#RetrocessoAmbientalNão: ciclo de debates alerta para ataques ao meio ambiente em curso no Legislativo e no Executivo

Flexibilização do controle dos agrotóxicos, ameaças ao licenciamento ambiental e combate ao desmatamento ilegal na Amazônia foram alguns dos temas abordados pela procuradora-geral da República, parlamentares, especialistas e membros do MPF

Procuradoria-Geral da República

No atual cenário mundial, e principalmente brasileiro, em que o meio ambiente é alvo de frequentes ataques, o Ministério Público Federal (MPF) promoveu, nesta quarta-feira (6), ciclo de debates com a presença de parlamentares, especialistas e membros do MPF para discutir os retrocessos ambientais em curso. Com o tema #RetrocessoAmbientalNão e durante a semana do Dia Mundial do Meio Ambiente, o evento abordou, entre outras pautas, a flexibilização do controle dos agrotóxicos, as ameaças ao licenciamento ambiental, o combate ao desmatamento ilegal na Amazônia e a proteção às unidades de conservação. O encontro começou na manhã desta quarta e se estenderá até às 18h. Confira a programação. (mais…)

Ler Mais

8° International Uranium Film Festival convida para filmes atômicos e debates sobre energia e segurança nuclear

Um final de semana atômico: Filmes atômicos, debates sobre energia e segurança nuclear, de 8 a 10 de junho de 2018, 17 horas – com degustação de Cachaça Magnífica gratuita

Uranium Film Festival

O Rio de Janeiro International Uranium Film Festival convida para filmes atômicos, debates sobre energia e segurança nuclear e degustação de Cachaça Magnífica, na Cinemateca do MAM Rio, nos dias 8 a 10 de junho de 2018, às 17 horas. Doze filmes de doze países: Alemanha, Brasil, Espanha, EUA, Índia, Italia, Suiça, Dinamarca, Ucrânia, Portugal, Inglaterra. Entrada Franca! (mais…)

Ler Mais

Conversa com um lobista

Em entrevista à Pública, o diretor do Instituto Pensar Agropecuária (IPA) João Henrique Hummel defende a liberação dos agrotóxicos e do uso de armas nas fazendas

Por Vasconcelo Quadros, na Pública

A guerra que vem sendo travada no Congresso em torno da nova lei dos agrotóxicos tirou das sombras um lobista de peso, estrategista responsável, para o bem ou para o mal, pelos movimentos da Frente Parlamentar Agropecuária, a poderosa FPA, na defesa do agronegócio e nas conspirações políticas. Em entrevista exclusiva à Pública, o engenheiro João Henrique Hummel Vieira, diretor-executivo do Instituto Pensar Agropecuária (IPA) e da FPA, responsável pela mansão do Lago Sul que os ambientalistas apelidaram de “bunker” e onde os ruralistas se reúnem, em Brasília, quebra o silêncio e afirma que a legislação será aprovada. Ele chama a resistência dos órgãos de controle – como MPF, Ibama e Anvisa – de corporativismo de quem perderá o poder de legislar. (mais…)

Ler Mais

“A greve dos caminhoneiros começou a deixar claro o que vamos viver daqui em diante”

por Gabriel Brito, em Correio da Cidadania

A paralisação dos caminhoneiros e do país no fim de maio ainda é o grande tema nacional e tem tudo para deixar sequelas, a exemplo do que já se permite vislumbrar na rápida greve dos petroleiros. Paralelamente, a Petrobras volta ao centro de debates e disputas, dado que sua política de preços foi o disparador da greve e seu presidente acaba de se demitir. Sobre esse intrincado quadro, conversamos com Emanuel Cancella, ex-presidente do Sindicato dos Petroleiros, que traçou um profundo diagnóstico da gestão da estatal. (mais…)

Ler Mais

Sobre parques e sob viadutos: ocupação de espaços públicos em Realengo

por Luisa Fenizola, em RioOnWatch

Um viaduto com intensa atividade cultural, engajando a juventude do bairro, e um parque urbano como espaço para lazer e práticas de esporte. O que finalmente é realidade em Madureira, na Zona Norte do Rio, é aspiração de moradores de outros tantos bairros, que não deveriam precisar atravessar a cidade para acessar equipamentos de lazer e cultura, fortemente concentrados na Zona Sul e Centro, em seu tempo livre, para além dos deslocamentos que já fazem no dia a dia para trabalhar. (mais…)

Ler Mais

A apropriação privada do ‘general intelect’. As mudanças na lógica da acumulação capitalista precisam de uma crítica a partir da periferia. Entrevista especial com Pablo Míguez

por Vitor Necchi, em IHU On-Line

Ao destacar governos alinhados ao pensamento de esquerda na América Latina no século 20, o professor Pablo Míguez cita a Revolução Cubana, o governo de Allende e experiências mais localizadas, como a Revolução Sandinista, e avalia que as duas primeiras “conviveram com ditaduras militares no seu entorno e com o peso dos Estados Unidos apoiando-as politicamente”, enquanto as outras “perderam peso com a queda da União Soviética e a ascensão do neoliberalismo”. A partir dos anos 80, “com o conhecido retrocesso da ideologia esquerdista, após a queda do Muro de Berlim e o aparente sucesso do capitalismo como o único sistema econômico sustentável, a esquerda teve de esperar pela crise do neoliberalismo, no final dos anos 90, para ter opções reais de formar um governo novamente”. (mais…)

Ler Mais

Contra os desmontes na Reforma Agrária, Sem Terras ocupam INCRA em Aracaju

Os trabalhadores também reivindicam vistoria e desapropriação imediata das áreas em processo para acelerar o assentamento da mais de nove mil famílias acampadas no estado

Por Luiz Fernando
Da Página do MST

Contra todo o desmonte e e paralisação da Reforma Agrária no país, mais de 500 famílias de trabalhadores rurais Sem Terra de Sergipe ocuparam o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) na madrugada dessa segunda-feira (4). (mais…)

Ler Mais

A batalha sem fronteiras contra o gás lacrimogênio

Nos tempos militarizados que vivemos, ele converteu-se em arma permanente para controle das multidões. Enfrentá-lo — da produção ao uso por forças policiais — está se convertendo num movimento mundial

Por Anna Feigenbaum | Tradução: Inês Castilho, em Outras Palavras

Em todo o mundo as pessoas inventam, adaptam e trocam técnicas de resiliência e resistência ao gás lacrimogêneo. Fazendo isso, elas cuidam umas das outras. Transformam essa arma numa ferramenta coletivizadora. Há uma crescente solidariedade transnacional para a resiliência ao gás lacrimogêneo, ajudada pelas mídias sociais e tecnologias móveis que ajudam manifestantes a empregar remédios que aliviam, tipos de máscaras de gás e técnicas de reversão de bombas. Exibindo o que o pesquisador dos movimentos sociais Gavin Grindon chamou de “diplomacia cultural de base”, essas dicas são tuitadas da Grécia a Nova York, da Palestina a Ferguson, do Egito a Hong Kong. (mais…)

Ler Mais

¿Qué es un “extremista de la identidad negra”?

El gobierno estadounidense debe publicar el “Documento sobre la raza”

Por Amy Goodman y Denis Moynihan, en Servindi

El aberrante tuit de la actriz Roseanne Barr, que compara a la asesora del ex presidente Barack Obama, Valerie Jarrett, con un simio, puso nuevamente el tema de la raza en el centro del debate nacional, donde siempre debería estar. El flagelo del racismo se presenta de varias formas y ha sido una parte integral de la historia de Estados Unidos mucho antes de la fundación del país. De todos modos, la forma más odiosa del racismo es cuando aparece como parte de la política oficial: tal es el caso de la categoría “extremista defensor de la identidad negra” recientemente adoptada por el FBI. (mais…)

Ler Mais

Ibama embarga 3,6 mil hectares e multa desmatadores em R$ 24 milhões no norte de MT

Em uma das propriedades foram apreendidos 670 metros cúbicos de castanheira (Bertholletia excelsa). A árvore está na lista de espécies ameaçadas do Ministério do Meio Ambiente (MMA) e seu corte é proibido pelo Decreto 5.975/2006.

No Ibama

Ações de combate ao desmatamento ilegal realizadas pelo Ibama nos municípios de Cláudia, Marcelândia e União do Sul, em Mato Grosso, resultaram no embargo de 3.625 hectares e na aplicação de 27 autos de infração, que totalizam R$ 24 milhões. Os infratores foram autuados por desmatar áreas de Reserva Legal (2 mil hectares) e florestas em estágio avançado de regeneração, além de impedir a regeneração de vegetação nativa, descumprir embargos e realizar o corte de árvores especialmente protegidas e ameaçadas de extinção, como a castanheira, entre outros motivos. (mais…)

Ler Mais