#RetrocessoAmbientalNão: criação de nova área de proteção ambiental em Manaus é tema de vídeo produzido por meio de TAC

Com duração de quatro minutos, imagens e entrevistas retratam a importância da preservação de mais de mil hectares para a sobrevivência do Sauim de Coleira e outras espécies

No Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado neste dia 5 de junho, o Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas divulga um vídeo institucional que retrata o processo de planejamento e negociações que resultaram na criação da Área de Proteção Ambiental (APA) Sauim-de-Manaus. O decreto municipal que institui a unidade será assinado nesta terça-feira (5), pelo prefeito de Manaus, Arthur Virgílio (PSDB).

O vídeo foi produzido a partir de recursos obtidos em razão de dano interino objeto de recuperação ambiental, por meio do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) 001/2018, firmado pelo MPF no Amazonas com uma empresa do Polo Industrial de Manaus. O cumprimento da medida encerrou a Ação Civil Pública nº 15969-34.2016.4.01.3200, movida à época pelo MPF em razão dos danos causados.

A APA Sauim terá mil hectares, compreendendo o trecho entre o Corredor Ecológico Urbano do Mindu, o Parque Estadual Sumaúma e a Reserva Ducke, na zona Norte, tendo como principal recorte de delimitação os igarapés conhecidos como Geladinho e Goiabinha, e suas respectivas margens (áreas de preservação permanente), além de fragmentos florestais e áreas verdes de loteamentos habitacionais, a exemplo do conjunto Cidade Nova. Será a primeira área protegida criada pelo município para ter a função de corredor que estabelecerá conexões entre fragmentos florestais urbanos da cidade, por onde vivem e poderão circular espécimes do primata, que só ocorre em Manaus e arredores.

Além da assinatura do decreto, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), estará lançando um concurso para a escolha da identidade visual do sauim-de-coleira como mascote oficial da cidade de Manaus. O edital estará à disposição dos interessados e o vencedor ganhará premiação em dinheiro, no valor de R$ 10 mil.

A criação da área de proteção ambiental e o lançamento do concurso para escolha da identidade visual do mascote oficial de Manaus são decorrentes de um longo processo de negociações mediado pelo MPF como parte de um termo de ajustamento de conduta ambiental firmado com a Prefeitura de Manaus, e atendem a medidas gestão contidas no Plano de Ação Nacional de Conservação do Sauim-de-Coleira (PAN Sauim), coordenado pelo Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Amazônica (Cepam), do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio).

Assessoria de Comunicação
Procuradoria da República no Amazonas

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

9 + três =