Fundo Amazônia amplia recursos para combater incêndios florestais

Valor para cada um dos estados da Amazônia Legal será de até R$ 45 milhões, num total de R$ 405 milhões em recursos não reembolsáveis.

ClimaInfo

O Comitê Orientador do Fundo Amazônia (COFA) aprovou a ampliação dos recursos destinados aos nove estados da Amazônia Legal para o combate a incêndios florestais e queimadas ilegais. Cada unidade da federação deve receber até R$ 45 milhões para as ações, totalizando R$ 405 milhões em recursos não reembolsáveis.

O valor anteriormente destinado a cada estado era de R$ 35 milhões, informam FolhaValorMetrópolesTerra e BNC Amazonas. Mas, com a seca histórica que atinge a região, o número de queimadas, que costuma aumentar no período do verão amazônico que vai de julho a outubro, vêm batendo recordes.

Além da destruição, o fogo criminoso tem gerado nuvens de fumaça que já fizeram “sumir” vários municípios amazônicos. A capital do Amazonas, Manaus, tem sido um dos mais atingidos. A fumaça já fez a cidade ficar entre as com pior qualidade do ar no mundo.

Os recursos do Fundo Amazônia poderão ser empregados para o fortalecimento institucional das unidades federativas, como a modernização dos sistemas de prevenção e monitoramento integrados ao Sistema Nacional de Informações sobre Fogo (SISFOGO) e a capacitação de agentes públicos para o combate a incêndios. Os valores também poderão ser usados na aquisição de veículos como caminhões-tanque e aeronaves utilizados no combate às queimadas.

Na semana passada, o presidente do IBAMA, Rodrigo Agostinho, admitiu que as ações de combate a incêndios criminosos na Amazônia são insuficientes. Por isso, o órgão finalizava um projeto para obter mais recursos do Fundo Amazônia para esse fim. Especialistas, porém, mostraram preocupação com o tempo, já que a ideia de Agostinho era finalizar o plano até o fim do ano, enquanto o fogo vem consumindo a região há meses.

Em tempo: Governadores da Amazônia Legal se comprometeram a combater o desmatamento e as queimadas na região na 6ª feira (10/11). Os compromissos constantes da “Carta de Manaus” foram assumidos durante a Assembleia Geral do 26º Fórum de Governadores da Amazônia Legal e serão apresentados na COP28, informa o g1.

g1

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

3 × 5 =