Fruto da Luta: Terceira Comissão da Assembleia Geral da ONU aprova Declaração Dos Direitos Dos Camponeses

Na tarde da segunda-feira, 19 de novembro, os camponeses e as camponesas conquistaram uma importante vitória, fruto que uma luta continental travada por longos anos, a aprovação da “Declaração da ONU sobre os Direitos dos Camponeses, Camponesas e Outras Pessoas que Trabalham nas Áreas Rurais” na Terceira Comissão da Assembleia Geral, sessão 53, na sede das Organizações das Nações Unidas (ONU), em Nova York

por Comunicação MPA / CPT

Os Estados membros da ONU ratificaram a Declaração – que será adotada formalmente em meados de dezembro deste ano – com 119 votos a favor, 7 contra e 49 abstenções, inclusive o Brasil. (mais…)

Ler Mais

Do sindicalismo combativo à luta pela terra em Campo do Meio, MG. Por Gilvander Moreira*

Até a década de 1980, milhares de trabalhadores boias-frias do Nordeste, do norte de Minas ou do Vale do Jequitinhonha, regiões de clima muito quente, vinham e ainda vêm para o sul de Minas Gerais para trabalhar nas lavouras de café. No sul de Minas, região de clima frio, esses trabalhadores tinham que trabalhar por quase nada, dormir no chão frio em condições insalubres e sobreviver com alimentação escassa. Em situações análogas à escravidão, muitos adoeciam. Assim, muitos boias-frias começaram a procurar o Sindicato dos Trabalhadores Rurais (STR) que atuava nas fazendas – onde eram procurados – combatendo o trabalho escravo. No ano seguinte, na próxima colheita, os trabalhadores voltavam para outra fazenda e, assim, a prática se repetia. E, dessa forma, “todo ano, durante a colheita do café, o Sindicato tinha que combater o trabalho escravo na região”, recorda Sebastião Mélia Marques, hoje, assentado no P.A Primeiro do Sul, em Campo do Meio, MG. (mais…)

Ler Mais

Observação preliminar da CIDH demonstra grande preocupação com os direitos humanos no Brasil

Documento cobra do Estado brasileiro que trate causas estruturais relacionadas à luta pela reforma agrária e aos conflitos agrários

por Mário Manzi, em CPT

Entre os dias 5 e 12 de novembro, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) realizou observação de campo referente à situação dos direitos humanos no Brasil. Decorrente de convite do Governo Federal, efetivado no início do ano de 2018, a comitiva visitou os estados da Bahia, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Roraima, São Paulo e o Distrito Federal. (mais…)

Ler Mais

Famílias produtoras do café Guaií sofrem ameaça de despejo

O julgamento tem data marcada para o dia sete (7) de novembro, no fórum de Campos Gerais

Por  Matheus Teixeira Batista e Geanini Hackbardt, da Página do MST

São 450 famílias, que vivem há mais de 20 anos na usina falida Ariadnópolis, em Campo do Meio, Minas Gerais. Atualmente a área é chamada de Quilombo Campo Grande, possui vasta produção de alimentos e colhe 410 toneladas de café por ano. As famílias moram em casas de alvenaria, construídas sem qualquer apoio de políticas públicas. A usina encerrou suas atividades em 1996, porém ainda possui várias dívidas trabalhistas. (mais…)

Ler Mais

Urgente: Organizações sociais do Mato Grosso denunciam possibilidade de novo massacre na região de Colniza

Na CPT

A violência agrária no estado de Mato Grosso parece não ter fim: prisões, assassinatos, pistolagem, trabalho escravo, despejos e expulsões são realidades cotidianas. Mesmo sob denúncias e avisos, estas violências teimam em permanecer. A morosidade e a permissividade do Estado legitimam e, por vezes, institucionalizam estas ações. (mais…)

Ler Mais

Seminário debate desafios e avanços da educação do campo na Paraíba

Apesar dos avanços nesses últimos 20 anos, a educação do campo vem sendo gravemente ameaçada

Thaís Peregrino, na Página do MST

Nos últimos 20 anos, os trabalhadores rurais, através da luta, conquistaram espaço dentro das políticas de educação. Programas como o Educação de Jovens e Adultos (EJA) e o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) vêm transformando a vida de milhares de camponeses. (mais…)

Ler Mais

Declaração dos Direitos dos Camponeses é apresentada à Assembleia Geral da ONU

Embora não seja vinculativa, a existência de tal instrumento é um reconhecimento claro e simbólico do papel fundamental de pequenos produtores de alimentos em todo o mundo

por Via Campesina Internacional* | CPT

A “Declaração da ONU sobre os Direitos dos Camponeses, Camponesas e Outras Pessoas que Trabalham nas Áreas Rurais” foi apresentada na sede da ONU à Terceira Comissão da Assembleia Geral em 25 de outubro de 2018. Este é o resultado de um processo de quase duas décadas de consultas e negociações lideradas por milhões de camponeses da Via Campesina, junto com pastores, pescadores artesanais, trabalhadores agrícolas e organizações de povos indígenas, com o apoio do CETIM e da FIAN Internacional. (mais…)

Ler Mais

Trinta anos ao lado dos camponeses do Nordeste

Pedro Calvi / CDHM

Criada em agosto de 1988, em João Pessoa (PB), a Comissão Pastoral da Terra Nordeste 2 reúne camponeses, leigos e religiosos também de Alagoas, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Naquela época, o país vivia um clima de tensão e o autoritarismo e conservadorismo chegaram a destituir a equipe da Pastoral. Mas, com a insistência popular e com a ajuda de bispos e padres ligados às questões do campo, a Pastoral ressurgiu para apoiar a luta pela terra e atuar em conflitos agrários nos quatro estados. (mais…)

Ler Mais

A construção de outro modelo de finanças depende de uma estratégia socioambiental

A financeirização tem permeado os mais diversos setores da economia, provocando distorções entre a economia real e a economia financeira

Por Amyra El Khalili, no Diálogos do Sul

A financeirização tem permeado os mais diversos setores da economia, provocando distorções entre a economia real (produção) e a economia financeira. A economia real baseia-se em produtividade na indústria, na agropecuária, no comércio e em serviços. Já a economia financeira é a que faz circular o dinheiro nos sistemas informatizados e tecnológicos, alimentando as taxas de juros e a especulação sobre a base produtiva. Há uma diferença substancial entre financiar e financeirizar: (mais…)

Ler Mais

Lxs campesinxs del mundo instan a los estados a adoptar la Declaración en defensa de sus derechos

La Vía Campesina

La Vía Campesina y sus aliados CETIM, FIAN y otras organizaciones están en Ginebra para actuar, sellar acuerdos y persuadir a los estados miembros del Consejo de Derechos Humanos para que apoyen un instrumento legal internacional que garantice la protección efectiva de los derechos de lxs campesinxs y otros trabajadorxs rurales. Del 17 al 21 de septiembre, lxs delegadxs celebraran una serie de encuentros en Ginebra con representantes de los estados. Estas reuniones se producen en el marco de la 39ª Sesión del Consejo de Derechos Humanos de las ONU. (mais…)

Ler Mais