MPF apura notícia de conflito entre seguranças da Vale e agricultores acampados em Parauapebas (PA)

Notícias de ataque dos seguranças ao acampamento foram enviadas aos órgãos de segurança no domingo. Polícia Federal e Promotoria Agrária foram acionadas

Ministério Público Federal no Pará

O Ministério Público Federal (MPF) abriu um procedimento para acompanhar as investigações sobre um conflito entre seguranças da empresa Vale e agricultores acampados na fazenda Lagoa Branca, em Parauapebas, no sudeste do Pará. Denúncias foram enviadas ao MPF no domingo (21) à noite, informando que agentes da Vale teriam atacado a tiros de bala de borracha o acampamento de integrantes da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Pará (Fetraf).

(mais…)

Ler Mais

Carta-denúncia Mineração e pandemia: essencial é a vida!

CPT

Diversos movimentos e organizações sociais, entre elas a CPT, assinam Carta-denúncia sobre a continuidade dos trabalhos de mineradoras em plena pandemia do COVID-19, colocando em risco a vida de diversas comunidades camponesas e de povos tradicionais. “As organizações abaixo listadas, compondo a Articulação em Defesa da Vida no Enfrentamento ao modelo mineral do Norte da Bahia, vêm por meio desta carta denunciar a situação e exigir que os poderes públicos adotem medidas para garantir os direitos dos/as trabalhadores/as do setor minerário, sobretudo o direito ao isolamento social com manutenção integral de seus salários, bem como de toda a população que sofre com risco de contaminação em função dos fatos já expostos, seja na cidade ou no campo. Destaca-se ainda a necessidade de que sejam realizadas ações de proteção dos povos e comunidades tradicionais que estão sob ameaça de contaminação em função das atividades minerárias”. Confira o documento na íntegra:

(mais…)

Ler Mais

Documentário mostra como vivem comunidades afetadas pela mineradora Globest, no Ceará

Vídeo integra o Cine Crítica Mineral, exibido durante a quarentena por movimento de atingidos pela mineração

Francisco Barbosa, Brasil de Fato

Durante o período de quarentena de combate à covid-19, o Movimento Pela Soberania Popular na Mineração (MAM) vem realizando em seu perfil no Facebook o Cine Crítica Mineral, com exibição de documentários produzidos pela instituição nos locais onde atua. De acordo com Erivan Silva, da Coordenação Nacional do MAM, a iniciativa tem como objetivo dar visibilidade aos conflitos entre os territórios e a mineração, demonstrando a resistência e as vitórias que o povo vem conquistando a partir das lutas.

(mais…)

Ler Mais

Padre Josimo: “Se eu me calar, quem os defenderá?” Por Gilvander Moreira[1]

Feliz de um povo que não esquece seus mártires”, gosta de repetir Dom Pedro Casaldáliga. De fato, é imprescindível resgatar a memória dos mártires e processo histórico, do contrário não é possível compreender o presente e forjar um futuro digno. Dia 10 de maio de 2020, celebramos 34 anos do martírio do padre Josimo Moraes Tavares: 10/5/1986 a 10/5/2020. Por isso, o recordamos. Após tentativa de assassinato contra padre Josimo, no dia 15 de abril de 1986, quando cinco tiros foram disparados contra a Toyota em que ele viajava na defesa dos camponeses, profundamente ameaçado de morte – e de ressurreição! -, incompreendido por colegas padres e agentes de pastoral, inclusive, padre Josimo foi convocado a elaborar um relatório de suas atividades e a esclarecer as circunstâncias que levaram a tantas ameaças de morte contra ele.

(mais…)

Ler Mais

Presidente da CDHM pede agilidade nas investigações do assassinato de dois trabalhadores rurais no RS

Por Pedro Calvi / CDHM

Na noite de quinta-feira (30/04), dois integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) foram assassinados no Assentamento Santa Rita de Cássia II, em Nova Santa Rita (RS), na região metropolitana de Porto Alegre. As vítimas foram Adão do Prado, de 59 anos, e Airton Luis Rodrigues da Silva, 56. Os dois faziam parte do Movimento desde o ano 2000.

De acordo com relatos de camponeses do MST, os dois estavam na casa de Adão quando homens armados chegaram ao local de carro e executaram Adão e Airton na frente de familiares. Ainda não há informações sobre a autoria e o que motivou os assassinatos.

(mais…)

Ler Mais

Em Jaqueira, famílias camponesas impedem, mais uma vez, empresa de cercar fonte de água da comunidade

Por Equipe Mata Sul – CPT PE, na CPT NE2

Hoje pela manhã, (03/04/2020), a empresa Agropecuária Mata sul S/A, por meio de quatro de seus funcionários, retornou à comunidade camponesa de Barro Branco para mais uma tentativa de cercamento da fonte de água que abastece famílias do local. A comunidade, que está cumprindo quarentena em decorrência da pandemia do coronavírus, ficou indignada com a postura da empresa e rapidamente se reuniu para impedir, mais uma vez, a construção da barreira. O segurança da empresa chegou ao local com máscara de proteção, mas as famílias, por serem pegas de surpresa, não tiveram tempo de se proteger adequadamente, e agora temem eventual  transmissão do vírus na comunidade.

(mais…)

Ler Mais

Esquizofrenia, epilepsia, depressão: há 23 anos agricultor lida com efeitos trágicos do agrotóxico

Pelos efeitos do Round Up, feito à base de glifosato, Monsanto perdeu processo em primeira instância, mas recorreu e foi absolvida

Por Pedro Grigori, Agência Pública/Repórter Brasil

Depois de passar cinco anos aplicando o glifosato em sua pequena lavoura de café, o agricultor Sebastião Bernardo da Silva desenvolveu um quadro de epilepsia e esquizofrenia que, segundo perícias feitas por um neurocirurgião, foi consequência à exposição ao agrotóxico. Com laudos médicos atestando que suas doenças eram sequelas da intoxicação, o pequeno agricultor obteve uma rara conquista judicial contra a gigante Monsanto em 2009. Mas sua vitória durou pouco. A empresa recorreu e ganhou em segunda e em terceira instância com argumento de que o caso estava prescrito.

(mais…)

Ler Mais

Nota de Solidariedade do MAB às famílias atingidas pelos alagamentos e rompimentos de barragens no Sertão de Crateús e Inhamuns, no Ceará

No Mab

Como já é esperado pelos camponeses nordestinos, o mês de março é de fortes chuvas, que animam em especial aqueles que vivem da terra. Porém, as chuvas, que deveriam ser motivo de festa e alegria no mês de São José – o santo das chuvas do Nordeste – foram motivo de tristeza, desespero e dor para milhares de famílias que vivem na região dos Inhamuns e Crateús, no Ceará.

(mais…)

Ler Mais