Encontro de Agroecologia mobiliza campo e cidade no Recife

Por Viviane Brochardt – ANA, na Asa

Delegações de todos os estados do Nordeste se reunirão no Recife/PE, nos dias 27 e 28 de fevereiro, para participar do Encontro Regional de Agroecologia (ERÊ/NE). As atividades acontecerão no auditório da Associação dos Docentes da Universidade Federal Rural de Pernambuco (ADUFERPE). O ERÊ Nordeste é um dos cinco eventos regionais preparatórios para a realização do IV Encontro Nacional de Agroecologia (IV ENA), que acontecerá em Belo Horizonte/MG, de 31 de maio a 03 de junho deste ano, reunindo mais de duas mil pessoas. (mais…)

Ler Mais

Em São Félix do Pedro do Araguaia, por Ruben Siqueira

Da CPT Bahia / Nacional

Foi realização de um sonho estar pela primeira vez em São Félix do Araguaia, depois de tantos anos na CPT (34). Rever Pedro Casaldáliga, respirar o ar de tanta caminhada, de peões, indígenas, camponeses e agentes de pastoral de uma pequena e imensa igreja de Cristo, luminosa, provada no martírio sua fidelidade a Jesus do Evangelho, como poucas a concretizar a Boa-Notícia aos pobres e oprimidos. Sou imensamente grato à Campanha Nacional de Combate ao Trabalho Escravo por fazer um primeiro encontro nacional da CPT aqui e me convidar para assessorá-lo, com o tema “CPT – missão, história, espiritualidade e Teologia da Libertação”. Não poderia ter lugar melhor! (mais…)

Ler Mais

Carta dos Movimentos Sociais – CTNBio: Novos transgênicos contra o campesinato, a soberania alimentar e a natureza

No dia 22 de janeiro de 2018 entrou em vigor uma resolução normativa da CNTBio (Resolução Normativa 16/2018) que decide como considerar uma série de novas biotecnologias que usam engenharia genética, porém com formas diferentes dos transgênicos que já conhecemos (como milho e soja resistentes a agrotóxicos ). Estas novas estratégias para manipular geneticamente plantas e animais podem ou não inserir novo material genético nas sementes ou em seus descendentes. Com a nova normativa, a CNTBio pode decidir que organismos produzidos com essas biotecnologias não são considerados transgênicos ou OGM (organismos geneticamente modificados) e, portanto, não necessitam cumprir com a regulamentação de biossegurança. Também estabelece um canal legal para permitir a liberação no ambiente dos chamados “condutores genéticos”, uma tecnologia de alto risco, que propõe extinguir espécies inteiras, inclusive silvestres. (mais…)

Ler Mais

“Quienes mueren siguen siendo campesinos, indígenas que reclaman”

Diálogo con Ruth Luque, abogada defensora de los derechos humanos, ex directora de la asociación Derechos Humanos Sin Fronteras y ex directora de la Vicaría de Solidaridad de la Prelatura de Sicuani, región Cusco

Servindi

Es una lástima que no se aprenda de todos los conflictos donde la gente tenga que morir para ser escuchado, aseveró Ruth Luque Ibarra, defensora de derechos humanos. (mais…)

Ler Mais

Movimento Camponês na Palestina: um avanço chave para a defesa da justiça social

Por Ahmed Jaradat*, do AIC, na Página do MST

A realidade palestina e sua agricultura está relacionada à situação da Palestina, a situação do conflito. O conflito na Palestina representa um dos processos de colonização mais longos, mais sérios e mais violentos (pelo menos na história contemporânea) entendida como uma proliferação de assentamentos coloniais, a exclusão de toda uma população de suas terras e a continuação de um projeto cruel apoiado pelas potências coloniais do Ocidente. O projeto de ocupação tem sido bem sucedido em termos de limpeza étnica da maioria do povo palestino, aproveitando nossa terra. A terra que permanece está sendo gradualmente destruída e repovoada com colonos. (mais…)

Ler Mais

‘Carta de Jacaraípe’ clama pela superação da civilização petroleira

Por Fernanda Couzemenco, Século Diário

“Previna-se e tenha cuidado! A compensação nunca compensa, os condicionantes não condicionam. A expansão petroleira destrói os direitos humanos e da natureza”. Esse é um dos alertas feitos pelos integrantes da Campanha Nem Um Poço a Mais na Carta de Jacaraípe, lançada após o 3º Seminário Nacional da Campanha, realizado nesse mês no balneário da Serra. (mais…)

Ler Mais

“Globalizar la lucha es también globalizar la solidaridad, y la esperanza de los pueblos del mundo”

La Via Campesina recibió el Premio Navarra de Solidaridad Internacional, la integrante del Comité Coordinador Internacional,  Maria Canil, viajó al País Vasco desde Guatemala para aceptar el reconocimiento, el pasado 21 de noviembre 2017. Lea a continuación el discurso de La Vía Campesina – XV Premio Internacional Navarra a la Solidaridad: (mais…)

Ler Mais

Fórum por Direitos e Combate à Violência no Campo discute estratégias para o enfrentamento dos conflitos

Casos relacionados a reintegração de posse, despejos forçados, abusos na condução de investigações e ameaças a defensores e defensoras de direitos humanos foram discutidos no encontro

PFDC

A Procuradoria Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC), do Ministério Público Federal (MPF), participou nessa quinta-feira (23) de reunião do Fórum por Direitos e Combate à Violência no Campo. Ao todo, mais de 30 participantes, entre representantes de organizações sociais e do poder público, debateram o atual cenário e propuseram estratégias articuladas.  (mais…)

Ler Mais

“O governo não é complacente com o agronegócio. O agronegócio está no governo. O agronegócio é o governo.” Entrevista especial com Leonardo Melgarejo

Por Vitor Necchi, no IHU

O Diário Oficial da União publicou no dia 6 de novembro a liberação do Benzoato de Emamectina. A decisão causou estranhamento e protesto, porque este veneno, conforme Leonardo Melgarejo, não tem similares. “É o pior que pode ser oferecido”, resume. “A prioridade à morte das lagartas, a despeito das ameaças à saúde da população, é por demais desrespeitosa para ser aceita.” O especialista sustenta que a decisão da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa deve ser explicada para a sociedade. (mais…)

Ler Mais