Garimpeiros queimam escritórios do Ibama, ICMBio e Incra em Humaitá, sul do AM

Por Fabiano Maisonnave, na Folha

Em retaliação a uma operação contra garimpo, homens armados invadiram e queimaram os escritórios do Ibama, do Incra e do ICMBio em Humaitá, no sul do Amazonas, segundo relatos de servidores. O Ministério do Meio Ambiente já acionou o Ministério da Defesa.

Fotos da tarde desta sexta-feira (27) mostram os escritórios do três órgãos federais em chamas, assim como duas camionetes do Ibama. Ameaçados, os servidores fugiram de suas casas para se abrigar no quartel do Exército, segundo relatos obtidos pela Folha.

Ao longo da semana, uma grande operação contra balsas de ouro no rio Madeira, que cruza a cidade, mobilizou agentes do Exército, do Ibama, da Marinha, do ICMBio e da Força Nacional.

Este é o segundo protesto de garimpeiros contra ações do Ibama. Em Ourilândia do Norte (PA), eles bloqueiam há três dias uma rodovia estadual em protesto contra a destruição de maquinário dentro da Terra Indígena Kayapó.

Em dezembro de 2013, moradores de Humaitá queimaram a sede da Funai do assassinato de três homens que atravessavam a Terra Indígena Tenharim, na rodovia Transamazônica.

Prédios da Funai, Ibama e ICMBio incendiados em Humaitá. Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

14 − 11 =