Michael Löwy: Rosa Luxemburgo, pensamento e ação

“A vida e a obra de Rosa Luxemburgo se caracterizam pela extraordinária unidade entre pensamento e ação, teoria e prática, conhecimento científico e compromisso com a luta dos oprimidos. A grande virtude da biografia de Paul Frölich é conseguir dar conta dessa unidade e restituir, assim, a grandeza humana, política e intelectual dessa inesquecível figura do socialismo revolucionário do século XX.”

Por Michael Löwy*, no Blog da Boitempo

Acaba de sair no Brasil, pela Boitempo e pela Iskra, Rosa Luxemburo: pensamento e ação, de Paul Frölich. Essa biografia de Rosa publicada originalmente em 1939 segue sendo uma obra de referência indispensável. Desde então, várias outras foram lançadas, com mais informações e dados biográficos, mas nenhuma contém a mesma afinidade profunda entre autor e biografada. Em 1918, ao lado de Luxemburgo, Frölich participou da fundação do Partido Comunista Alemão e, nos anos 1920, ele seria o encarregado pelo partido da publicação das obras completas da grande revolucionária.

O livro apresenta, com grande inteligência e empatia, a apaixonante vida de Rosa Luxemburgo: sua juventude na Polônia, os estudos em Zurique, a emigração para a Alemanha, a relação erótico-afetiva com Leo Jogiches, a luta pelas ideias marxistas na social-democracia alemã, a participação na Revolução Russa em Varsóvia, os anos de prisão na Polônia e, durante a guerra, na Alemanha, até finalmente ser assassinada pelos bandos militares protofascistas trazidos para Berlim pelo ministro social-democrata Gustav Noske.

O autor analisa também, com grande acuidade, seus principais escritos: A acumulação do capital(1913), sua grande obra de economia política; a famosa Brochura de Junius (A crise da social-democracia), de 1916, na qual aparece a fórmula “socialismo ou barbárie”; a crítica (construtiva) aos bolcheviques em A Revolução Russa (1918); e os últimos textos que escreveu, durante o levante spartakista de 1919.

A vida e a obra de Rosa Luxemburgo se caracterizam pela extraordinária unidade entre pensamento e ação, teoria e prática, conhecimento científico e compromisso com a luta dos oprimidos. A grande virtude desta biografia de Paul Frölich é conseguir dar conta dessa unidade e restituir, assim, a grandeza humana, política e intelectual dessa inesquecível figura do socialismo revolucionário do século XX.

“Esta biografia foi publicada em Paris às vésperas da Segunda Guerra Mundial, quando a esquerda tentava sobreviver ao nazifascismo. Contra a onda extremista, Paul Frölich ergue a bandeira do socialismo humanista de Rosa Luxemburgo. Hoje, quando novamente o pêndulo da história oscila para a direita, a advertência que encerra o livro traz algum ânimo: “O cortejo triunfal da barbárie chegará ao seu limite. O Aqueronte voltará a fluir. Do espírito de Rosa Luxemburgo se erguerão os vencedores”. — Isabel Loureiro

Rosa Luxemburgo: pensamento e ação é um instrumento de combate contra toda forma de exploração e opressão que fortalece a luta pelas ideias revolucionárias e socialistas também no Brasil.” — Diana Assunção

Confira, abaixo, na TV Boitempo, a gravação integral do debate de lançamento da biografia, com Isabel Loureiro e Diana Assunção na Casa Plana, em São Paulo. A mediação foi de Larissa Coutinho, do podcast Revolushow.

*Michael Löwy, sociólogo, é nascido no Brasil, formado em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo, e vive em Paris desde 1969. Diretor emérito de pesquisas do Centre National de la Recherche Scientifique (CNRS).

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

dezenove − doze =