Governo Bolsonaro comprou 19 toneladas de bisteca para indígenas do Vale do Javari, mas a carne sumiu

Por , na Fórum

O governo de Jair Bolsonaro (PL) comprou 19 toneladas de bisteca que deveriam ser incluídas nas cestas básicas destinadas a indígenas do Vale do Javari, no Alto Solimões. Porém, em mais um escândalo da gestão do ex-presidente, a carne desapareceu no meio do caminho e nunca chegou ao seu destino original.

Além desse problema, mesmo que o produto tivesse sido entregue, não havia locais adequados para armazenamento e conservação da carne. Os contratos foram assinados entre 2020 e 2022, de acordo com reportagem do Estadão.

Inicialmente, o objetivo era dividir os alimentos entre os funcionários da Funai e os indígenas. Contudo, os nativos dos povos originários denunciam que nunca receberam a comida.

Os indígenas que deveriam receber o produto e um comerciante responsável por enviá-lo confirmaram o sumiço da carne. Até mesmo a funcionária da Funai que assinou o contrato de aquisição admitiu o desperdício de dinheiro público, mas justificou que estava seguindo ordens de seus superiores.

“Nem tudo que constitui a cesta básica contempla uma alimentação específica desses indígenas. Era um desperdício, realmente, do dinheiro público”, declarou a atual diretora de administração e gestão da Funai, Mislene Metchacuna Martins Mendes.

Ela citou, ainda, que parte dos alimentos chegava em condições inadequadas para consumo, mas a ordem era entregá-los.

Os contratos assinados pela Funai, que atingiram o valor de R$ 568,5 mil, entre 2020 e 2022, resultaram em cestas básicas que ofereciam somente produtos secos, como arroz, farinha e sabão, para os 13.330 indígenas das etnias marubo, matís, kanamari e korubo.

Metade das compras foi feita sem licitação

Outro dado alarmante: metade das compras de alimentos para terras indígenas no país, aproximadamente 5.500, foi feita sem licitação, sob a justificativa da pandemia de Covid-19. O dinheiro foi direcionado para empresas recém-criadas e não houve comprovação de entrega completa das cestas básicas.

Indígenas Kanamari. Foto: J.Rosha /Cimi Norte I

 

 

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

dezoito − dezoito =