Radar Saúde Favela e Le Monde Diplomatique: novo artigo aborda racismo ambiental e direito à cidade

Agência Fiocruz

Desde julho de 2022, o projeto Radar Saúde Favela, coordenado pela Cooperação Social da Presidência da Fiocruz, firmou uma parceria com o jornal internacional Le Monde Diplomatique Online para publicação de artigos de opinião de seus colaboradores. O informativo Radar Saúde Favela tem como um de seus objetivos a produção e a difusão de informações sobre a situação de saúde e suas determinações sociais em favelas e periferias dos centros urbanos por meio das narrativas de lideranças populares.

O mais novo artigo da parceria apresenta como tema Racismo ambiental e direito à cidade na Bacia do Una, em Belém (PA). O texto foi escrito por José Alexandre de Jesus Costa, ativista político e membro fundador da Frente dos Moradores Prejudicados da Bacia do Una (FMPBU); e Pedro Paulo de Miranda Araújo Soares, professor do Departamento de Antropologia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), membro do CoLar (Laboratório de Antropologia da vida, ecologia e política) e colaborador da Frente dos Moradores Prejudicados da Bacia do Una (FMPBU).

O jornal Le Monde Diplomatique, publicado em 54 países, aborda os fatos sociais por meio de análises (acadêmicas ou não) acerca dos fatos sociais orientado por perspectivas críticas e visando à transformação das iniqüidades sociais – abordagem que se afiniza com os objetivos do informativo Radar, gestado no primeiro ano da pandemia de Covid-19 no Brasil como um dos produtos da Sala de Situação Covid-19 nas Favelas do Rio de Janeiro.

O projeto Radar Saúde Favela está fundamentado nos marcos conceituais das determinações sociais da saúde, da democratização da comunicação e opera a partir de uma rede de vigilância popular em saúde que abarca mais de 20 coletivos de territórios de favelas, periferias e ocupações. Também está ancorado nos referenciais teórico, conceitual e metodológico de Promoção da Saúde, remete às diretrizes do Programa Institucional de Territórios Saudáveis e Sustentáveis da Fiocruz, bem como aos objetivos e metas do Projeto de Promoção de Territórios Saudáveis e Sustentáveis em Centros Urbanos da Coordenação de Cooperação Social.

Por meio desta parceria com o jornal Le Monde Diplomatique Brasil foram publicados especiais sobre Encarceramento e saúde; Agronegócio, reforma agrária e insegurança alimentar; Racismo ambiental; Chacinas, racismo e política de segurança pública, entre outros. Todos com interface objetiva com o campo da saúde coletiva. As opiniões refletidas nos textos assinados, no entanto, não necessariamente refletem a opinião da Fiocruz.

Confira o mais novo artigo:

Racismo ambiental e direito à cidade na Bacia do Una, em Belém (PA)
30/05/2023

Acesse abaixo todos os artigos de opinião já publicados pela parceria:

A memória viva do massacre
26/10/2022

Por uma prática de saúde abolicionista
26/10/2022

O significado de ter um familiar encarcerado
26/10/2022 

O caminho da morte
26/10/2022

Sobre viver, apesar das grades
26/10/2022

Cozinhas Populares apontam caminhos para a soberania alimentar
29/09/2022

A história que o agro não conta: violência, fome e devastação
28/09/2022 

A experiência dos quintais produtivos no Morro do Sossego
27/09/2022

Por que a reforma agrária não acontece?
27/09/2022

Por que podemos dizer que agro é fome?
26/09/2022

As doenças do capitalismo e a luta contra o agronegócio
26/09/2022

Violência de Estado: do meu lugar de escuta e de fala
28/07/2022

Mães de Acari: a luta jurídica no âmbito internacional
28/07/2022

Mães de Acari: um legado histórico
27/07/2022

Chacinas e criação de movimentos sociais de mães no RJ
27/07/2022

32 anos: uma homenagem às mães de Acari
26/07/2022

Contra o Estado Assassino e a Degradação da Vida: Entrevista com Aline Leite 
26/07/2022

Foto: Paula Cavalcanti

Deixe um comentário

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

9 − 3 =