Andrea Zhouri: “Governo Bolsonaro pratica nacionalismo seletivo na Amazônia”

Para antropóloga, clima de conspiração e ataques a ambientalistas propagados por militares no governo são parte de “projeto de privatização das florestas”. Presidente, afirma ela, confunde política com guerra.

Por Nádia Pontes, na DW

Atenta ao desmonte de órgãos de fiscalização ambiental e aos ataques por parte do governo federal direcionados à pesquisa e entidades que defendem uma exploração sustentável da Amazônia, a antropóloga e socióloga Andréa Zhouri vê semelhanças entre o momento atual e o período da ditadura militar.

(mais…)

Ler Mais

Insegurança alimentar grave chega a 2,6 milhões de pessoas no campo

Pesquisa do IBGE mostra que, entre 2017 e 2018, 10,3 milhões de brasileiros viviam em domicílios com “privação severa de alimentos”; proporção na área rural foi de 7,1%, contra 4,1% na área urbana; regiões Norte e Nordeste têm situação mais difícil

Por Mariana Franco Ramos, em De Olho nos Ruralistas

Os povos do campo — indígenas, camponeses e quilombolas — são os mais suscetíveis à fome. Segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), divulgada nesta quinta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 10,3 milhões de brasileiros viviam em situação de insegurança alimentar grave entre 2017 e 2018. Desse total, 2,6 milhões (25,2%) encontravam-se na área rural.

(mais…)

Ler Mais

Etnias Xavante, Kokama e Terena concentram 23% das mortes por Covid-19 entre indígenas

Agentes de saúde e políticos foram responsáveis pela transmissão; segundo a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), 158 povos foram atingidos pela pandemia, com 32 mil casos e 808 vítimas fatais; 27% dos registros de óbitos não informam a etnia

Por Poliana Dallabrida, em De Olho nos Ruralistas

A pandemia do novo coronavírus já vitimou 807 indígenas de 158 etnias. Quase um a cada quatro indígenas mortos em decorrência da Covid-19 pertenciam aos povos Xavante, Kokama e Terena. As três etnias somam 180 óbitos, 22,3% do total de indígenas mortos até o início da semana. Em 27% dos casos registrados não há informação sobre a etnia do indígena morto pelo novo coronavírus.

(mais…)

Ler Mais

Idosos, grávidas e crianças Bororo são retirados de aldeia diante de incêndio no Pantanal

Fogo da Terra Indígena Teresa Cristina demorou onze dias para ser controlado; moradores ainda convivem com a fumaça e com dificuldades no abastecimento de água e de alimentos; eles fizeram fotos do fogo e da retirada por ônibus e enviaram à reportagem

Por Leonardo Fuhrmann, em De Olho nos Ruralistas

Os indígenas da etnia Bororo tiveram de retirar crianças, grávidas e idosos de dentro da Terra Indígena Teresa Cristina, no município de Santo Antônio do Leverger, no Mato Grosso, em função do incêndio que atinge o Pantanal. Ao todo, 45 indígenas foram levados para o posto da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) de Rondonópolis no último domingo. Pelo menos outros 50 foram removidos para casas de parentes. Segundo Cleidiane Koriga, que faz parte do grupo de líderes de saúde da tribo Gomes Carneiro, os indígenas retirados estavam com problemas de saúde em razão da fumaça. “A nossa aldeia chegou a ficar cercada pelo fogo”, afirma.

(mais…)

Ler Mais

Isolamento é cuidado: indígenas e ribeirinhos do Xingu traçam estratégias para enfrentar Covid-19

Do Território Indígena do Xingu, no Mato Grosso, a Terra do Meio, no Pará, comunidades se isolam para evitar contaminação pelo novo coronavírus

Silia Moan, ISA

“Os mais velhos contaram para nós o que aconteceu, que tipo de destruição aconteceu no passado com a chegada das epidemias e como nosso povo descobriu estratégias para não se acabar”, conta Karin Yudja. Foi pensando nisso que os Yudja e outros povos do Território Indígena do Xingu (TIX), no Mato Grosso, se isolaram quando perceberam a chegada da Covid-19 nos territórios próximos, em março deste ano.

(mais…)

Ler Mais

Indígenas Kayapó têm vitória sobre governo federal

Eles enfrentaram a Covid-19 e a fumaça das queimadas em protestos para cobrar a renovação do Plano Básico Ambiental (PBA). MPF ajuizou ação civil pública que tornou réus Dnit, Funai, Ibama e a União.

Por Vivianny Matos, Amazônia Real

Os Kayapó obtiveram uma importante vitória na Justiça, não só tendo seus direitos reconhecidos, mas também porque a União e os órgãos federais Dnit, Funai e Ibama se tornaram réus numa ação civil pública. O governo brasileiro tem um prazo de 15 a 30 dias, contado a partir de 1º de setembro, para encaminhar os planos para a renovação do Componente Indígena do Plano Básico Ambiental (PBA-CI), que visa a redução dos impactos da pavimentação da BR-163 sobre as Terras Indígenas Panará, Menkragnoti e Baú.

(mais…)

Ler Mais

Fiocruz reforça o combate à Covid-19 entre indígenas de Rondônia

José Gadelha, Fiocruz Rondônia

O combate ao novo coronavírus em aldeias indígenas de Rondônia recebeu reforço da unidade da Fundação no estado, por meio da doação de mais de 20 mil equipamentos de proteção individual (EPIs) e insumos ao Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei) de Porto Velho. São luvas, aventais, toucas, tubos e swabs para coleta de exames, que serão utilizados por profissionais da saúde e agentes comunitários de saúde indígena, em ações desenvolvidas diretamente nas aldeias.

(mais…)

Ler Mais

“Não sabemos sequer se indígenas isolados estão vivos”

Ativista diz que sistema de proteção de povos não contatados em Rondônia está sucateado e chama atenção para o risco de etnocídio silencioso, enquanto queimadas e outros crimes ambientais avançam na Amazônia.

Por João Soares,  Deutsche Welle

Ivaneide Bandeira, de 61 anos, perdeu cinco pessoas próximas em apenas 20 dias. De seu quintal, ela enxerga a fumaça que há dias encobre a visão do céu e a recorda que não há tempo para viver o luto. Seu celular não para, com relatos de invasões de terra, problemas relacionados à pandemia e ao avanço das queimadas sobre a Amazônia em Rondônia.

(mais…)

Ler Mais

Pará: MPF faz oitiva para discutir rituais funerários indígenas durante a pandemia de covid-19

Pará: MPF faz oitiva para discutir rituais funerários indígenas durante a pandemia de covid-19

Ministério Público Federal no Pará

O Ministério Público Federal (MPF) vai promover nesta quinta-feira (17) um encontro entre especialistas e órgãos públicos que atuam na região do médio Xingu, no Pará, para debater os rituais funerários indígenas durante a pandemia de covid-19.

(mais…)

Ler Mais

Esplanada da Morte (XVI) — Mourão mimetiza a ditadura ao ignorar extermínio de indígenas na Amazônia

General de quatro estrelas que se tornou vice de um capitão reformado leva para a região a mesma proposta do regime inaugurado em 1964: execução de grandes obras, aproximação com o agronegócio e ataques aos povos originários e tradicionais

Por Sarah Fernandes, em De Olho nos Ruralistas

No dia em que foi indicado como vice-presidente na chapa de Bolsonaro, Hamilton Mourão prometeu “um governo austero, honesto, sem corrupção, com eficiência gerencial, relacionamento republicano com os demais poderes, ou seja, sem balcão de negócios”. Não precisou de muito tempo no cargo para mostrar que a gestão viria na contramão da promessa. Ainda assim, Mourão esquivou-se dos tropeços de Bolsonaro e em alguns momentos assumiu o papel de uma figura mais ponderada que a do presidente, poupada de críticas.

(mais…)

Ler Mais