Com territórios ameaçados, indígenas e quilombolas de Oriximiná solicitam apoio do MPF

Grandes projetos e novas obras que atingem territórios indígenas e quilombolas foram anunciados pelo governo federal, no começo de 2019.

Por G1 Santarém

Lideranças indígenas e quilombolas de Oriximiná, oeste do Pará, procuraram apoio do Ministério Público Federal de Santarém, em reunião realizada na quarta-feira (17), para fortalecer a articulação no enfrentamento às recentes ameaças contra seus territórios.

(mais…)

Ler Mais

10 anos da Lei de Alimentação Escolar: MPF registra avanço em trabalho voltado a povos indígenas e tradicionais do AM

Atuação da Comissão de Alimentos Tradicionais dos Povos do Amazonas (Catrapoa) resultou em mudanças nas políticas públicas para fornecimento de alimentos a comunidades em quase metade dos municípios do estado

Procuradoria da República no Amazonas

Em 2019, a Lei 11.947/09, que define diretrizes da alimentação escolar no Brasil, completa dez anos de promulgação. Nesse sentido, a atuação do Ministério Público Federal (MPF) no Amazonas tem se mostrado efetiva em benefício da alimentação escolar destinada a indígenas e a povos tradicionais a partir dos trabalhos desenvolvidos pela Comissão de Alimentos Tradicionais dos Povos do Amazonas (Catrapoa), criada em 2016.

(mais…)

Ler Mais

Salivando ódio contra indígenas: um balanço dos seis meses da (anti)política indigenista do governo Bolsonaro

“Há um genocídio indígena em gestação no Brasil, embora se relute em lançar mão deste termo. Não há que se dourar a pílula. Cientistas sociais, ativistas e povos indígenas estão denunciando, mas temo pelo pior, que ainda está por vir”, escreve Leonardo Barros Soares, psicólogo, Mestre e Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal de Minas Gerais. 

IHU On-Line

Coube ao agora duas vezes ex-presidente da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), o general da reserva Franklinberg de Freitas, resumir de forma bastante eloquente o balanço dos seis primeiros meses da (anti)política indigenista do governo Bolsonaro: “ele saliva ódio contra os indígenas”, afirmou aos funcionários da instituição reunidos no auditório da sede em Brasília, referindo-se ao Secretário Especial de Assuntos Fundiários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Nabhan Garcia. Disse ainda, num arroubo de candura desnecessária, que as pessoas que assessoram o presidente Jair Bolsonaro na questão indígena são “mal informadas”, como se o desmonte da política indigenista brasileira, sobre a qual discorrerei a seguir, fosse questão de desinformação e não de um projeto político deliberado com raízes profundas na subjetividade do atual presidente da república. 

(mais…)

Ler Mais

Debaten migración, colonización y despojo de indígenas en la ONU

Los pueblos indígenas expuestos también a la colonización y despojo

Por Genaro Bautista*, en Servindi

Aipin, 16 de julio, 2019.- En la actualidad, existe una crisis global de migración, donde los derechos humanos de los migrantes son atropellados, indica la Organización de las Naciones Unidas. Y remata: en el caso de los pueblos indígenas por su origen, la discriminación es aún más violenta.

(mais…)

Ler Mais

Curso promove encontro de povos contra os agrotóxicos no Mato Grosso

Curso reúne mais de 30 educandos no estado campeão no uso de agrotóxicos

Por Nadine Nascimento, Da Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e pela Vida / MST

A Campanha Permanente Contra os Agrotóxicos e Pela Vida, em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), realizou entre os dias 2 e 11 de julho o curso regional Agrotóxicos e Saúde: Subsídios Para Vigilância Popular. O curso reuniu 30 educandos e educandas, incluindo indígenas, quilombolas, camponeses e estudantes no Centro de Formação e Pesquisa Olga Benário Prestes (CECAPE-MT), em Várzea Grande (MT), com o objetivo de debater o enfrentamento aos agrotóxicos na região Centro-Oeste.

(mais…)

Ler Mais

“Empresários não podem ser batedores de carteiras”. Por Eliane Brum

Respeitado por povos da floresta amazônica, o industrial Jorge Hoelzel Neto é um exemplo que o Brasil precisa enxergar com urgência

No El País Brasil

A borrachinha da Mercur é uma memória na vida escolar de algumas gerações de brasileiros. Outras surgiram, algumas bem mais vistosas, mas costumava-se acreditar que só ela apagava “de verdade” os erros cometidos, apesar da feroz vontade de acertar, por aqueles que estavam se iniciando na floresta de letras. Fui uma dessas crianças, armada de lápis, mas também de borracha. Aprendíamos ali que, por melhor que fosse a borracha, nunca era simples ou fácil apagar nossos erros. Algo sempre resistia na folha do caderno, lembrando-nos da nossa falibilidade.

(mais…)

Ler Mais

Vídeo sobre Belo Monte é destaque no AnimaMundi, o maior festival de animação da América Latina

Animação “Xingu, o rio que pulsa em nós”, produzida pelo ISA, denuncia os impactos da hidrelétrica sobre o rio e os povos que vivem na Volta Grande do Xingu (PA)

Isabel Harari, no ISA

“Você já teve a chance de ver ao vivo a imensidão do rio Xingu?”. Assim começa a animação “Xingu, o rio que pulsa em nós”, um vídeo que denuncia os impactos da hidrelétrica de Belo Monte sobre o rio e os povos que vivem na Volta Grande do Xingu (PA). A animação faz parte da programação do festival Anima Mundi, o maior da América Latina na categoria, que começa nesta quarta (17) no Rio de Janeiro.

(mais…)

Ler Mais

Primeira indígena a comandar Sesai se nega a ouvir seu povo

por José Pires, em Parágrafo 2

Na manhã da última sexta-feira (13) dezenas de indígenas fecharam os dois sentidos da BR 277 em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O bloqueio gerou filas de cerca de 9 quilômetros. Ao mesmo tempo, indígenas das aldeias de Barão de Antonina, Pinhalzinho e Laranjinha, localizadas em São Jerônimo da Serra, Tomazina e Santa Amélia, todas na região norte do Paraná, realizaram um protesto, em Jataizinho. Os manifestantes liberaram as cancelas de pedágio e dominaram a praça de cobrança por mais de duas horas.

(mais…)

Ler Mais

Advogado da CPT participa de atividades na Europa e fala sobre a responsabilidade do continente na preservação da Amazônia

A convite da CAFOD, entidade parceira da CPT, José Batista Afonso, advogado da Pastoral em Marabá, no Pará, participou durante o mês de junho e julho, de atividades na Europa com parlamentares, estudantes e igrejas, em que denunciou os crimes cometidos contra os povos do campo, o desmatamento da Amazônia e a importância do bioma para as questões climáticas mundiais.

CPT

Durante reunião com parlamentares europeus em Hove, na Inglaterra, dentro da programação da “The Time is Now”, José Batista se encontrou com alunos da Cardinal Newman Catholic School, que queriam saber o que poderiam fazer para contribuir com a Amazônia. Batista, que também falou sobre como os direitos das comunidades na Amazônia são desrespeitados pelo agronegócio, pela mineração e pela destruição ambiental da Amazônia, destacou que: “precisamos que os jovens nos ajudem nessa luta. Como estudantes, encorajo vocês a estudar quais são as ameaças para a Amazônia. É importante que vocês entendam a Amazônia e seu papel na regulação do clima no mundo, incluindo a manutenção do suprimento de oxigênio, água doce e precipitação para este planeta. Precisamos agir agora para proteger a Amazônia e as pessoas e comunidades que a defendem para todos nós”.

(mais…)

Ler Mais

Governo Bolsonaro busca impedir maior participação de indígenas na ONU

Em Genebra, representação do governo brasileiro busca emperrar debate sobre participação direta de indígenas no Conselho de Direitos Humanos da ONU

por Tiago Miotto, em Cimi

O governo Jair Bolsonaro, em manifestação na Organização das Nações Unidas (ONU), buscou emperrar a discussão sobre uma maior abertura à participação de indígenas no Conselho de Direitos Humanos da ONU. Na prática, ao defender que a discussão seja adiada, o governo tenta inviabilizar a participação indígena no Conselho.

(mais…)

Ler Mais