Bolsonaro manda tirar do ar propaganda do Banco do Brasil com jovens negros

O diretor de Comunicação e Marketing do BB, Delano Valentim, foi demitido pela instituição

Por Alexandre Putti, na Carta Capital

O presidente Jair Bolsonaro mais uma vez foi contra o discurso liberal e interferiu em decisões das estatais brasileiras. Dessa vez foi no Banco do Brasil. O pesselista vetou uma propaganda do banco que trazia imagens de jovens negros, descolados, com cabelos longos e utilizando piercings.

A informação foi divulgada inicialmente pelo colunista do jornal O Globo, Lauro Jardim. Segundo Jardim, Jair Bolsonaro se envolveu pessoalmente no caso e procurou Rubem Novaes, o presidente do banco, para se queixar da peça.

Em seguida, o diretor de Comunicação e Marketing do BB, Delano Valentim, foi demitido.

Novaes admite que Bolsonaro não gostou do resultado da campanha, mas encampa a posição do chefe. “O presidente Bolsonaro e eu concordamos que o filme deveria ser recolhido. A saída do diretor é uma decisão de consenso, inclusive com aceitação do próprio”, disse.

Veja o vídeo:

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

16 − 12 =