#VazaJato7: ‘Tem alguma coisa mesmo séria do FHC?’

Tania Pacheco

“Lava Jato fingiu investigar FHC apenas para criar percepção pública de ‘imparcialidade’, mas Moro repreendeu: ‘Melindra alguém cujo apoio é importante’”.

Esta é a chamada de The Intercept Brasil para a Parte 7 da reportagem que vem revelando, desde o dia 9 de junho, as entranhas da chamada ‘Operação Lava Jato’ e suas relações com o ex-juiz e atual ministro da Justiça.

Desta vez, o assunto principal das conversas é o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Os procuradores discutem a possibilidade de usar uma investigação a seu respeito para mostrar ‘imparcialidade’, trazendo à cena alguém do PSDB. Sabem, porém, que o caso em pauta já está prescrito. E a reação de Sérgio Moro é taxativa, como citada acima.

Há, entretanto, a possibilidade de outras três investigações, uma delas envolvendo o então Instituto (depois Fundação) Fernando Henrique Cardoso e outra, o filho de FHC. E aí a situação é diferente.

Mas que fale o Intercept: abaixo, o link para a reportagem do dia, seguida pela íntegra das trocas de mensagens.

***

The Intercept Brasil:

‘TEM ALGUMA COISA MESMO SÉRIA DO FHC?’

Em 2016, FHC ainda apareceria em outras três delações. Em uma delas, ele apareceu na boca do operador ligado ao MDB Fernando Baiano, por causa do suposto beneficiamento da empresa de um filho do ex-presidente, Paulo Henrique Cardoso, em contratos com a petroleira. Foto: Antonio Scorza /AFP /Getty Images

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

dez + 19 =