O território indígena 2: entrevista com Gersem Baniwa

Por Elaine Ravares, em Palavras Insurgentes

A semana foi de muita tristeza para os povos originários. Mais um irmão caiu sob a violência do latifúndio. Desta vez foi um Guarani Kaiowá, no Mato Grosso do Sul. O genocídio interminável, iniciado em 1492, quando as caravelas espanholas chegaram em Dominica.

Em respeito a todas as comunidades que seguem na luta pela recuperação de suas terras, nós seguimos com nossa série sobre o sentido do território para os povos indígenas, porque entendemos que ao compreender a filosofia que comanda o modo de vida dos povos originários, os não-índios poderão também compreender a luta pela demarcação das terras.

Nesse vídeo a entrevista é com Gersem Baniwa, do povo Baniwa, professor da Universidade Federal do Amazonas.

O trabalho é fruto dos Projetos “Povos Originários de Nuestra América” e “Indígena Digital”, ambos do IELA.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.