MPF/MG investiga rompimento do mineroduto da Anglo American em Santo Antônio do Grama

Mineroduto faz parte do complexo Minas-Rio, empreendimento licenciado pelo Ibama

Ministério Público Federal em Minas Gerais

Imediatamente após o rompimento de tubulação do mineroduto pertencente à empresa Anglo American, em Santo Antônio do Grama (MG), ocorrido nesta segunda-feira (12), o Ministério Público Federal em Viçosa (MPF/MG) instaurou inquérito civil para investigar as causas e consequências do fato, assim como apurar responsabilidades.

As primeiras medidas, tomadas já nesta segunda-feira, consistiram em solicitar informações, em caráter de urgência, ao Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), órgão federal responsável pelo licenciamento e fiscalização do mineroduto, à Copasa, à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) e à Prefeitura de Santo Antônio do Grama sobre o rompimento, a possível contaminação de cursos dágua e a natureza dos resíduos.

O município de Santo Antônio do Grama está localizado na região sudeste do estado, a 210 km de Belo Horizonte. O rompimento se deu em trecho do mineroduto localizado na zona rural do município e atingiu o ribeirão Santo Antônio, ocasionando a interrupção do abastecimento de água da cidade.

 

Imagem: Reprodução do Portal Caparaó.

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.