No Norte de Minas, mulheres realizam 8º Encontro no Brejo dos Crioulos

Nesta quinta-feira, 29, ocorreu, na Comunidade Araruba, no município mineiro de São João da Ponte, distante 574 quilômetros de Belo Horizonte, o 8º Encontro das Mulheres de Brejo dos Crioulos, que reuniu cerca de 40 participantes.

CPT

Localizada às margens do Rio Arapuim, afluente do Rio Verde Grande, Brejo dos Crioulos é uma comunidade quilombola centenária que sempre precisou lutar pela regularização de seu território e contra os conflitos no campo.  

O tema trabalhado no evento foi a violência contra a mulher e contra a natureza, com recorte para o Cerrado e a Caatinga, que assim como o bioma amazônico têm sofrido com fortes ações de degradação e ataques aos povos e comunidades do campo.

A cada encontro um tema é escolhido para ser abordado e aprofundado pelas próprias participantes. Além da problemática da violência, já estiveram em debate os direitos das mulheres e a saúde.

Para a irmã e agente da Comissão Pastoral da Terra (CPT) no Norte de Minas Gerais, Etelvina Arruda, ações como essa fortalecem a luta das mulheres. “Eu vi uma coisa interessante a partir da fala delas. Elas reconheceram que a luta pelo território não foi só uma luta dos homens, mas que elas deram uma contribuição muito grande. Também reconheceram que muitas vezes o que elas fazem não são visto”, contextualiza.

Mulheres no Brejo dos Crioulos (MG) com o banner da Campanha Nacional em Defesa do Cerrado, temática que também foi abordada no evento (Imagens: Equipe da CPT do Norte de MG)

Deixe uma resposta

O comentário deve ter seu nome e sobrenome. O e-mail é necessário, mas não será publicado.

10 − 10 =